terça-feira, 6 de abril de 2021

FESTA DA PENHA 2021


FESTA DA PENHA 2021

TERÇA - 6 de abril

20h – Missa Terceiro Dia do Oitavário com Dom Luiz Fernando Lisboa, C.P. – Bispo da Diocese de Cachoeiro de Itapemirim (Transmissão pelas mídias da Diocese de Cachoeiro).

Foto: André Fachetti

Convento da Penha

TERÇA FORMATIVA


Hoje é dia de “Terça formativa”, e o tema da semana será “Páscoa, Ressurreição e vida nova.”

O Frei Sérgio Sambl que irá nos ajudar nesta formação.

Sempre às terças-feiras, às 20h, no canal YouTube de nossa província.


Aproveite! Faça sua inscrição e ative o sininho.

sexta-feira, 19 de março de 2021

POSSE CANÔNICA DE DOM LUIZ FERNANDO LISBOA, C.P. - COMO 5º BISPO DIOCESANO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

A Diocese de Cachoeiro de Itapemirim convida você a participar da posse canônica de Dom Luiz Fernando Lisboa, C.
P. Dia 20 de março (sábado), às 9h, através das mídias digitais da Diocese de Cachoeiro de Itapemirim e também pela Rádio Diocesana FM 95,7.

A santa missa de posse será celebrada na Catedral de São Pedro, em Cachoeiro de Itapemirim. Devido a pandemia da Covid-19 a presença na Catedral será restrita aos do clero e equipes necessárias para a realização. Mas através dos novos meios de comunicação estaremos todos unidos, contanto com a participação da Diocese de Pemba (Moçambique), demais dioceses do Brasil e também do mundo, nesse dia de imensa alegria.

Dia 20 de março de 2021, festeje conosco através de nossas transmissões a chegada de Dom Luiz Fernando Lisboa!

Onde participar:

Canal do Youtube da Diocese de Cachoeiro de Itapemirim - ES

Página no Facebook: @diocesecachoeiro

Rádio Diocesana FM 95,7

Fonte: Site da Diocese de Cachoeiro de Itapemirim

terça-feira, 16 de março de 2021

VISITA SURPRESA DO BISPO DIOCESANO


Na manhã deste dia 16 de março de 2021, os frades Agostinianos Recoletos que residem na Paróquia Nossa Senhora da Consolação, foram surpreendidos pela rápida visita do arcebispo Dom Luiz Fernando Lisboa, C.P., que tomará posse como o quinto bispo diocesano de Cachoeiro de Itapemirim no próximo dia 20 de março de 2021.

Dom Luiz estava acompanhado do Padre Thiago da Silva Vargas (clero diocesano).

Na rápida visita Dom Luiz foi até a imagem de Nossa Senhora da Consolação que fica no altar-mor e fez suas orações.

segunda-feira, 15 de março de 2021

PARABÉNS FREI SILVESTRE BRUNORO!


 

NOTA DE FALECIMENTO


A Paróquia Nossa Senhora da Consolação comunica com pesar o falecimento de Silvimara Porto, a tia Silvinha, da Comunidade Jesus minha Vida, esposa do Nil do PROCON da Prefeitura Municipal de Cachoeiro de Itapemirim. Ela estava em Campos dos Goytacazes (RJ).

A Missa de corpo presente será às 10h30min, na Igreja de Nossa Senhora da Consolação e será transmitida pelas redes sociais da paróquia.

Rezemos pela Comunidade Jesus minha Vida e pelos familiares.

"O POVO NÃO PODE PAGAR COM A PRÓPRIA VIDA!"

As instituições signatárias do Pacto pela Vida e pelo Brasil (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, Ordem dos Advogados do Brasil, Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns, Academia Brasileira de Ciências, Associação Brasileira de Imprensa e Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência) lançaram na tarde desta quinta-feira, 11 de março, uma nota frente ao quadro de agravamento da pandemia do novo Coronavirus e das suas trágicas consequências na vida do povo brasileiro, do Sistema Único de Saúde (SUS) e do Brasil.

 

Segundo o documento, intitulado O povo não pode pagar com a própria vida!, “o vírus circula de norte a sul do Brasil, replicando cepas, afetando diferentes grupos etários, castigando os mais vulneráveis”. No documento, as entidades se solidarizam com as famílias que perderam seus entes queridos e aponta a urgente necessidade de maior empenho e integração do três poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) do Brasil, e entre estados e municípios, na busca por encontrar soluções para enfrentar a pandemia.

 

As organizações signatárias do Pacto pelo Brasil fazem um apelo especial à juventude. “O vírus está infectando e matando os mais jovens e saudáveis, valendo-se deles como vetores de transmissão. Que a juventude brasileira assuma o seu protagonismo histórico na defesa da vida e do país, desconstruindo o negacionismo que agencia a morte”, afirma o documento. Veja, abaixo, a íntegra do documento cujas versões em pdf, com as logos de todas organizações, pode ser encontrada aqui e em inglês aqui.

 

Origem do Pacto pela Vida e pelo Brasil

 

O Pacto pela Vida e Pelo Brasil foi lançado no Dia Mundial da Saúde, em 7 de abril de 2020, pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), juntamente com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a Comissão Arns, a Academia Brasileira de Ciências, a Associação Brasileira de Imprensa e a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência.

 

Já na primeira nota, as entidades apontavam que o Brasil vivia uma grave crise – sanitária, econômica, social e política – “que exige de todos, especialmente de governantes e representantes do povo, o exercício de uma cidadania guiada pelos princípios da solidariedade e da dignidade humana, assentada no diálogo maduro, corresponsável, na busca de soluções conjuntas para o bem comum, particularmente dos mais pobres e vulneráveis”.

 

O povo não pode pagar com a própria vida!

 

Nós, entidades signatárias do Pacto pela Vida e pelo Brasil, sob o peso da dor e com sentido de máxima urgência, voltamos a nos dirigir à sociedade brasileira, diante do agravamento da pandemia e das suas consequências. Nossa primeira palavra é de solidariedade às famílias que perderam seus entes queridos.

 

Não há tempo a perder, negacionismo mata. O vírus circula de norte a sul do Brasil, replicando cepas, afetando diferentes grupos etários, castigando os mais vulneráveis. Doentes morrem agonizando por falta de recursos hospitalares. O Sistema Único de Saúde – SUS continua salvando vidas. No entanto, os profissionais da saúde, após um ano na linha de frente, estão à beira da exaustão. A eles, nosso reconhecimento.

 

É hora de estancar a escalada da morte! A população brasileira necessita de vacina agora. O vírus não será dissipado com obscurantismos, discursos raivosos ou frases ofensivas. Basta de insensatez e irresponsabilidade. Além de vacina já e para todos, o Brasil precisa urgentemente que o Ministério da Saúde cumpra o seu papel, sendo indutor eficaz das políticas de saúde em nível nacional, garantindo acesso rápido aos medicamentos e testes validados pela ciência, a rastreabilidade permanente do vírus e um mínimo de serenidade ao povo.

 

A ineficiência do Governo Federal, primeiro responsável pela tragédia que vivemos, é notória. Governadores e prefeitos não podem assumir o papel de cúmplices no desprezo pela vida. Assim, apoiamos seus esforços para garantir o cumprimento do rol de medidas sanitárias de proteção, paralelamente à imunização rápida e consistente da população. Que governadores e prefeitos ajam com olhos não só voltados para os seus estados e municípios, mas para o país, através de um grande pacto. Somos um só Brasil.

 

Ao Congresso Nacional, instamos que dê máxima prioridade a matérias relacionadas ao enfrentamento da COVID-19, uma vez que preservar vidas é o que há de mais urgente. Nesse sentido, o auxílio emergencial digno, e pelo tempo que for necessário, será imprescindível para salvar vidas e dinamizar a economia. Ao Poder Judiciário, sob a liderança do Supremo Tribunal Federal, pedimos que zele pelos direitos da cidadania e pela harmonia entre os entes federativos. Que a imprensa atue livre e vigorosamente, de forma ética, cumprindo sua missão de transmitir informações confiáveis e com base científica, sobre o que se passa. Enfim, que a voz das instituições soe muito firme na defesa do povo brasileiro!

 

Fazemos ainda um apelo particular à juventude. O vírus está infectando e matando os mais jovens e saudáveis, valendo-se deles como vetores de transmissão. Que a juventude brasileira assuma o seu protagonismo histórico na defesa da vida e do país, desconstruindo o negacionismo que agencia a morte.

 

Sabemos que a travessia é desafiadora, a oportunidade de reconstrução da sociedade brasileira é única e a esperança é a luz que nos guiará rumo a um novo tempo.

 

Quarta-feira, 10 de março de 2021

 

Dom Walmor Oliveira de Azevedo
Presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB

 

Felipe Santa Cruz
Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB

 

José Carlos Dias
Presidente da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns – Comissão Arns

 

Luiz Davidovich
Presidente da Academia Brasileira de Ciências – ABC

 

Paulo Jeronimo de Sousa
Presidente da Associação Brasileira de Imprensa – ABI

 

Ildeu de Castro Moreira
Presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência – SBPC


Fonte: Sita da Diocese de Cachoeiro de Itapemirim

quarta-feira, 3 de março de 2021

VISITA DE FREI MIGUEL ÁNGEL HERNANDEZ E DE FREI JUAN MANUEL ZANUTTI

O Prior Provincial Frei Miguel Ángel Hernandez, O.A.R., acompanhado do Secretário Provincial Frei Juan Manuel Zanutti, O.A.R., estiveram no noite dessa terça-feira, dia 2 de março de 2021, reunidos com os membros do CPP (Conselho Pastoral Paroquial), a fim de contarem um pouco do trabalho promovido pela Província Santo Tomás de Villanueva da Ordem dos Agostinianos Recoletos e, também, conhecerem um pouco da Paróquia Nossa Senhora da Consolação.

Frei Miguel externou a importância do trabalho silencioso e simples dos freis por onde a Província se faz presente no Brasil, Argentina, Venezuela e Peru, dentre outros países. E que um dos papéis do Prior Provincial é cuidar dos frades e animá-los no trabalho de evangelização nas diversas frentes de trabalho da Ordem: paróquias, colégios, etc.

O Prior Provincial lembrou aos presentes que daqui 2 (dois) anos completará os 100 (cem) da chegada dos Agostinianos Recoletos na cidade de Cachoeiro de Itapemirim, primeiramente, na Paróquia São Pedro, onde tiveram como primeira missão construir a Igreja de São Pedro (atual catedral), e, depois a Igreja de Nossa Senhora da Consolação.
Foi um momento rico de partilha.









PASCOM: A SERVIÇO DA IGREJA DE NOSSA SENHORA DA CONSOLAÇÃO

A pandemia ocasionada pelo novo Coronavírus iniciada no Brasil em meados de março de 2020, ocasionou inicialmente no Brasil, o fechamento imediato de nossos espaços celebrativos e o distanciamento dos fiéis, que frequentavam o templo semanalmente e, alguns, diariamente. Diante desse desafio, os Frades Agostinianos Recoletos que atuam na Paróquia Nossa Senhora da Consolação, na cidade de Cachoeiro de Itapemirim (ES), decidiram se fazer presentes nas casas dos fiéis, via internet, com as celebrações da Eucaristia da Igreja de Nossa Senhora da Consolação.

Inicialmente, de modo muito simples, através de um aparelho de celular, num tripé, que era movimentado com muita tremedeira e com a captação do som ambiente, depois de um tempo, foi melhorado o som, com a captação do som direto da mesa de som e depois de mais um tempo, com um sistema de 4 (quatro) câmeras, além do suporte de um computador potente e transferência da mesa de som, com a troca de cabos e demais investimentos.

Assim a Pastoral da Comunicação (PASCOM) da Paróquia Nossa Senhora da Consolação tem contribuído com a Igreja de Nossa Senhora da Consolação e levado a mensagem do Evangelho a todos os cantos do plante, via as redes sociais da Paróquia: Facebook, YouTube e Twitter.

Fica registrado que o apoio de Frei Silvestre Brunoro, O.A.R. e o entusiasmo de Frei Gustavo Barbiero Mello, O.A.R., que abraçaram a causa e investiram pesado para que a transmissão das celebrações e demais gravações aconteçam com qualidade de imagem em HD e som limpíssimo, além do trabalho gratuito dos pasconeiros: Natália Lessa Wotikosky e seu esposo Maxwell Wotikosky, André Fachetti e Nívea Fachetti, André Mozzer e Isabela Zanotelli e Gustavo Carvalho Lins. Não podemos deixar de registrar o auxílio de Myrian Esteves Machado que também deixou sua marca nesse importante trabalho de evangelização.








segunda-feira, 1 de março de 2021

SÃO JOSÉ, PROTETOR DA ORDEM DOS AGOSTINIANOS RECOLETOS


| Frei Sérgio Sambl | No dia 8 de dezembro de 2020 o Papa Francisco convocou por meio da Carta “Patris Corde – Como o coração de Pai” um Ano de São José. Motivado pelos 150 anos da proclamação de São José como padroeiro Universal da Igreja Católica, em 1870, por Pio IX. Este ano se encerrará em 8 de dezembro de 2021. Durante este ano há o incentiva a contemplar o testemunho das pessoas que no viver cotidiano assumem seu protagonismo. Também é um ano enriquecido com indulgencias próprias de acordo com as orientações dadas pela Penitenciária Apostólica. 

O culto e devoção a São José, entre os agostinianos, recomenta ao século XV. O Capitulo Geral de 1491 assim determinava “Em todas as residências e conventos de nossa Ordem celebre-se o oficio de São José, cuja festa será dia 19 de março”. No Capitulo de 1669 , São José foi declarado Protetor da Ordem. Nas constituições (n.80), declaram que a devoção e o culto a São José constituem parte da espiritualidade agostiniana recoleta.

 A pessoa de São José destaca-se sobretudo como protetor da família de Nazaré. Embora possua está singular importância trata-se de uma figura silenciosa, de ação mais que palavras. Não parece ganhar muito destaque nos Evangelhos, como uma personagem secundária, mesmo em passagens significativas em que se destacam a Mãe e o Menino ( Lc 2,16.21-22.41-52). Mas embora isto ocorra, da destaque às obras realizadas no silencio e na vida cotidiano, que aos olhos de Deus tem capital relevância.  Na Carta Patris Corde o Santo Padre Papa Francisco nos diz que “São José lembra-nos que todos aqueles que estão, aparentemente, escondidos ou em segundo plano, têm um protagonismo sem paralelo na história da salvação. A todos eles, dirijo uma palavra de reconhecimento e gratidão.”

No silencio de São José, encontra-se à escuta de Deus e o discernimento de sua Vontade. Podemos ver neste silencio orante a necessidade da experiência agostiniana da Interioridade. São José, modelo para os que buscam a interioridade: “ouça primeiro aquele que fala dentro e a partir de dentro, depois fale aos que estão fora”[i] . E assim ouvir a voz de Deus-Verdade:  “A voz da verdade não cala nunca. Não grita com os lábios, mas sussurra no coração. Aplica o ouvido interior”[ii]  e não perder-se na dispersão que nos tira da presença e da vontade de Deus.

Em São José podemos ver a harmonia entre a vida contemplativa e apostólica a qual também somos chamados:  Escuta e contemplação de Deus e o serviço pelo Reino. Ao mesmo tempo que sonha os sonhos de Deus, trabalha, se desgasta e serve ao Senhor. Em seu trabalho cotidiano, muitas vezes despercebido, recorda-nos o testemunho de tantos sacerdotes, religiosos e religiosas, leigos e leigas de nossas fraternidades e colaboradores que se gastam na sua doação cotidiana pelo reino de Deus. Que ele interceda por todos que lhe são devotos e se doam pelo Evangelho através do carisma agostiniano recoleto.  Que São José, protetor da Ordem, rogai por nós.


[i] Santo Agostinho. Comentário aos Salmos 139.15

[ii] Santo Agostinho. Comentários aos Salmos 57,2


Fonte: https://recoletosstv.org/2021/03/01/sao-jose-protetor-da-ordem/?fbclid=IwAR0ztssuWWSvHGo1FNw0_qPKqbnmvkdSPSyf8T1b_on-N3hDf3fqQMXcbdQ 

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2021

LIVE SOLIDÁRIA - ARCORES ILHA DO MARAJÓ


No próximo sábado (20/02), será realizada Live Solidária para conhecermos mais o trabalho de ARCORES no Marajó.

A Live será transmitida pelo canal do YouTube Santo Tomas de Vilanova, às 14h, com o tema "Agostinianos Recoletos no Marajó". Serão um ciclo de três lives solidárias: Sábado, quarta-feira e Sábado.
Participe! Divulgue! Contamos com a sua contribuição para as missões dos Agostinianos na Ilha do Marajó.