quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

MAIS UM REPASSE DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2019 É REALIZADO

Nessa quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019, às 19h30min, no salão da Igreja Nossa Senhora da Consolação aconteceu mais um repasse da Campanha da Fraternidade 2019, cujo tema: Fraternidade e Políticas Públicos e o lema: "Serás libertado pelo direito e pela justiça", sendo que Campanha da Fraternidade busca conhecer como são formuladas e aplicadas as Políticas Públicas estabelecidas pelo Estado brasileiro.

As informações relativas à Campanha da Fraternidade 2019, desta vez, foram repassadas para os agentes de pastoral que compõem a Dimensão Catequética da Paróquia Nossa Senhora da Consolação.





PAPA FRANCISCO: ESCUTEMOS O GRITO DOS PEQUENOS QUE PEDEM JUSTIÇA

Andressa Collet – Cidade do Vaticano
No início da manhã desta quinta-feira (21), o Papa Francisco introduziu os trabalhos do primeiro dia do encontro inédito sobre a proteção dos menores dentro da Igreja. A conferência reúne, pela primeira vez, os presidentes das Conferências Episcopais de todo o mundo no Vaticano para abordar o tema.
O Papa começou o encontro afirmando do seu forte desejo de responsabilidade em interpelar Patriarcas, Cardeais, Arcebispos, Bispos, Superiores Religiosos e Responsáveis “diante da chaga dos abusos sexuais perpetrados por homens da Igreja em detrimento dos menores”. Todos juntos e “com a docilidade” da condução do Espírito Santo, “escutemos o grito dos pequenos que pedem justiça”.
O Pontífice pediu que o encontro tivesse a incumbência do “peso da responsabilidade pastoral e eclesial que nos obriga a discutir juntos, de maneira sinodal, sincera e aprofundada sobre como enfrentar esse mal que aflige a Igreja e a humanidade. O santo Povo de Deus nos vê e espera de nós não simples e evidentes condenações, mas medidas concretas e eficazes a serem realizadas. São necessárias medidas concretas”, acrescentou Francisco.
O Papa enalteceu, então, que o percurso de todos através deste encontro, no Vaticano, começa “armados da fé e do espírito de máxima parresia, de coragem e concretude”.
Como subsídio, disse Francisco, “me permito compartilhar com vocês alguns importantes critérios, formulados pelas diversas Comissões e Conferências Episcopais que chegaram até nós. São orientações para ajudar a nossa reflexão que serão entregues a vocês. São um simples ponto de partida que veio de vocês e volta para vocês”.
O Papa Francisco, então, agradeceu a Pontifícia Comissão para a  Proteção dos Menores, a Congregação para a Doutrina da Fé e os membros da Comissão Organizadora pelo “excelente trabalho desenvolvido com grande empenho em preparar este encontro”. E o Pontífice finalizou:
“Peço ao Espírito Santo de nos sustentar nestes dias e de nos ajudar a transformar esse mal em uma oportunidade de consciência e de purificação. A Virgem Maria nos ilumine para buscar curar as graves feridas que o escândalo da pedofilia causou seja nos pequenos que nos crentes.”

Ouvir as vozes das vítimas

Os trabalhos do encontro iniciaram com uma oração, durante a qual alguns testemunhos de vítimas foram compartilhados – de quem não pôde falar ou foi silenciado. Os presentes na conferência elevaram as próprias orações para que cada um pudesse ouvir aqueles que “foram violados e feridos, maltratados e abusados”, reconhecendo “as feridas do povo para que seja feita justiça”.
“Não consentir que os nossos fracassos”, foi a oração ao Senhor, “façam os homens perderem a fé em ti e no teu Evangelho”. Um longo e denso silêncio seguiu a uma das experiências que foram lidas:
“Ninguém me escutava; nem os meus pais, nem os meus amigos, nem depois as autoridades eclesiásticas. Não me escutavam e nem mesmo o meu choro. E eu me questiono: por quê? E me questiono por que Deus não me escutou?”
Fonte: Vatican News

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

PAPA FRANCISCO NOMEIA BISPO PARA DIOCESE DE VIANA (MA)

Cidade do Vaticano
O Papa Francisco nomeou Bispo da Diocese de Viana (MA), nesta quarta-feira (20/02), o Pe. Evaldo Carvalho dos Santos.
O sacerdote nasceu em 9 de março de 1969, em Fortaleza (CE). Fez a profissão religiosa em 27 de setembro de 1995 na Congregação da Missão e foi ordenado sacerdote em 10 de janeiro de 1998.
Estudou Filosofia (1991-1994) e Teologia (1995-1999) no Instituto de Pastoral Regional, em Belém do Pará. Especializou-se em Serviços Sociais na Universidade da Amazônia - UNAMA (2005-2008) e em Serviços Sociais, Políticas Públicas e Direitos Sociais na Universidade Estatal do Ceará - UECE (2012-2013).
Durante o ministério sacerdotal desempenhou os seguintes cargos: vigário paroquial de “São José” em Tucuruí, Diocese de Cametá (PA) (1998); Missionário na Missão de Itaituba (PA) (1999); pároco de “São Pedro e São Paulo” e formador do Seminário Lazarista de Filosofia, em Fortaleza (2000-2002); diretor do Seminário da Província de Fortaleza (Propedêutico, Filosofia e Teologia), reitor do Seminário Lazarista de Teologia, em Belém do Pará (2003-2009); vigário paroquial de “Nossa Senhora dos Remédios”, em Fortaleza (2010); vice provincial da Província Lazarista de Fortaleza (2007-2010) e depois Superior provincial da mesma Província (2010-2016); pároco de “São Pedro e São Paulo”, em Fortaleza.
Foi também membro do Diretório da CRB - Conferência dos Religiosos do Brasil (2002-2003) e membro da Coordenação de Pastorais Sociais da Arquidiocese de Fortaleza (2009-2010).
Atualmente é pároco de Santo Antônio, em Quixeramobim, na Diocese de Quixadá (CE).
Fonte: Site do Vatican News

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

REPASSE DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2019

Convidamos a todos os agentes de pastoral da Dimensão Catequética: Pastoral do Batismo, Pastoral da Catequese Infantil e Perseverança, Crisma, Juventude, J.A.R. (Juventude Agostiniana Recoleta), E.A.C. (Encontro de Adolescentes com Cristo) e Escola de Teologia Pastoral, para o repasse da Campanha da Fraternidade 2019, nesse dia 20 de fevereiro de 2019, quarta-feira, no salão da Igreja Nossa Senhora da Consolação.


NOTA DE CONDOLÊNCIAS DA DIOCESE DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM PELO FALECIMENTO DE DOM SILVESTRE LUÍS SCANDIAN, SVD

Cachoeiro de Itapemirim, 16 de fevereiro de 2019

Pai, aqueles que me deste, quero que estejam comigo onde eu estiver, para que eles contemplem a minha glória” (Jo 17,24).

A Diocese de Cachoeiro de Itapemirim manifesta seu pesar pelo falecimento de Dom Silvestre Luís Scandian, svd, Arcebispo Metropolitano Emérito de Vitória do Espírito Santo, ocorrido na madrugada deste sábado, 16 de fevereiro.

Dom Silvestre, com coragem e mansidão, olhou para além do círculo imediato da Igreja e com seu testemunho aproximou de Jesus a quantos sofriam vítimas das desigualdades sociais, frutos da ganância e da injustiça, e com sua presença terna e amiga confortava os corações abatidos, anunciando Aquele que recebendo a glória de Deus pode levar seus discípulos à vida.

Solidarizamo-nos com a dor dessa Igreja Particular, com a Sociedade do Verbo Divino, sua família religiosa, e com a dor de seus familiares e amigos e dos que com ele conviveram nas esferas pastoral e pessoal, rendendo homenagem ao trabalho por ele realizado em todo seu ministério.

Com fé na Ressurreição,


Pe. Walter Luiz Barbiero Milaneze Altoé
Administrador Diocesano de Cachoeiro de Itapemirim

Fonte: Site da Diocese de Cachoeiro de Itapemirim

domingo, 17 de fevereiro de 2019

REPASSE DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2019

Com o objetivo de dar início a Campanha da Fraternidade na Paróquia Nossa Senhora da Consolação, nesse sábado, 16 de fevereiro de 2019, no período vespertino, aconteceu no salão da Igreja de Nossa Senhora da Consolação o encontro da Dimensão Litúrgica Paroquial: Ministros Extraordinários da Pregação da Palavra de Deus, Ministros Extraordinários da Distribuição da Eucaristia, Acólitos, Equipes de Celebração e Equipe de Música.

A Campanha da Fraternidade neste ano tem o tema: Fraternidade e Políticas Públicas e o lema: "Serás libertado pelo direito e pela justiça." (cf. Is 1,27), e é promovida pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB.

O objetivo geral da Campanha da Fraternidade de 2019 é "estimular a participação em Políticas Públicas, à luz da Palavra de Deus e da Doutrina Social da Igreja para fortalecer a cidadania e o bem comum, sinais de fraternidade."

Portanto, não somente durante o período da quaresma, a Igreja refletirá sobre esse tema tão caro e importante à população brasileira. Não basta dizer que não gosto de política, pois todas nossas ações são políticas e é através da política que temos o instrumento necessário para mudar a realidade difícil da população brasileira, por isso a necessidade de conhecer e envolver-se.







sábado, 16 de fevereiro de 2019

DIOCESE DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM COMPLETA 61 ANOS DE CRIAÇÃO

A Diocese de Cachoeiro de Itapemirim foi criada em 16 de fevereiro de 1958, pela Bula “Cum Territorium”, do Papa Pio XII, desmembrada da então Diocese do Espírito Santo, hoje Arquidiocese de Vitória. Neste desmembramento também surgiu a Diocese de São Mateus.



Abrangendo 27 municípios do Sul do Estado do Espírito Santo, a Diocese de Cachoeiro de Itapemirim é composta por 43 paróquias, somando mais de 1040 comunidades. Um total de aproximadamente meio milhão de fiéis.



As paróquias estão divididas em 8 regionais, que variam da região litorânea até a serrana. Ao longo de 6 décadas de existência a Diocese investiu em vários setores e segmentos, como em suas pastorais, criação de subsídios e na comunicação, principalmente nas mídias digitais.





Seminários



O Seminário Diocesano foi criado em 1987, com duas casas de formação: Seminário de Filosofia "Bom Pastor", em Cachoeiro de Itapemirim, com suas Diretrizes Básicas de Orientação do Seminário, e, Seminário de Teologia "São João Maria Vianney”, em Cariacica. Inspirando-se nos documentos da Igreja sobre a formação presbiteral, sobretudo, no documento da CNBB “Formação dos Presbíteros na Igreja do Brasil” (n° 30), começa a formação dos candidatos ao presbiterado na própria diocese, tendo como paradigmas as cinco dimensões: humano-afetivo-sexual, espiritual, comunitário-eclesial, intelectual e pastoral.



Com o transcorrer do tempo, muitos passos foram dados, chegando-se à conclusão da necessidade do Propedêutico, como fase de discernimento vocacional. O mesmo foi instalado em Cachoeiro, junto ao Seminário de Filosofia. Devido à realidade sócio-cultural da Diocese, tornou-se também necessária a criação do Seminário Menor, como comunidade educativa que levasse os jovens candidatos a um reto discernimento da própria vocação e ao desenvolvimento das qualidades e aptidões humanas, cristãs e apostólicas, necessárias para a opção ao ministério presbiteral.



Em 1997, houve a necessidade de se readaptar: o Seminário de Filosofia instalou-se em Cariacica e em1999 constituiu-se o Seminário Maior “São João Maria Vianney”, como uma única comunidade formativa composta por dois grupos de vida (filosofia e teologia), permanecendo o Propedêutico no Seminário “Bom Pastor” em Cachoeiro.

Cidade de Cachoeiro de Itapemirim e no centro da cidade está a Igreja Mãe da Diocese de Cachoeiro de Itapemirim onde está a Sé Episcopal


Bispos Diocesanos



A Diocese de Cachoeiro de Itapemirim já foi pastoreada por quatro Bispos Diocesanos. O primeiro deles foi Dom Luiz Gonzaga Peluso, que esteve à frente da Diocese ente os anos de 1959 a 1985. Dom Luiz Peluso faleceu em 1993 e está sepultado na Catedral de São Pedro, em Cachoeiro de Itapemirim.



Após Dom Peluso, em 1986 tomou posse Dom Luiz Mancilha Vilela. Dom Luiz permaneceu 17 anos como Bispo Diocesano até ter sido nomeado, em 2002, Arcebispo da Arquidiocese de Vitória do Espírito Santo.



O terceiro bispo a tomar posse na Diocese de Cachoeiro foi Dom Célio de Oliveira Goulart, no ano de 2003. Dom Célio ficou cerca de 7 anos pastoreando a região sul do Espírito Santo. Em 2010, ele deixa a Diocese de Cachoeiro rumo à Diocese de São João del-Rei, em Minas Gerais. No dia 19 de janeiro de 2018, devido a problemas de saúde, falece Dom Célio.



No ano de 2011 a Diocese de Cachoeiro de Itapemirim acolhe seu mais novo Bispo Diocesano: Dom Dario Campos. Dom Dario é o único dos quatro bispos que é filho da terra, tendo nascido em Castelo, município vizinho à Cachoeiro de Itapemirim. Assim como Dom Luiz Mancilha, Dom Dario foi nomeado, em 2018, Arcebispo Metropolitano de Vitória, tendo tomado posse no dia 05 de janeiro de 2019.



Atualmente a Diocese de Cachoeiro se encontra vacante, tendo o Pe. Walter Luiz Barbiero Milaneze Altoé (representante dos presbíteros e Pároco da Paróquia São Pedro - Catedral) como o Administrador Diocesano.





Imagens: Takes Drones e Aline Rocha

Fonte: Site da Diocese de Cachoeiro de Itapemirim

NOTA DE FALECIMENTO

«VIRTUTE SPIRITUS SANCTI»
Na força do Espí­rito Santo

Comunico, com imenso pesar, que na madrugada do dia 16 de fevereiro de 2019, Dom Silvestre Luí­s Scandian, SVD, Arcebispo Emérito de Vitória do Espí­rito Santo, entregou sua vida a Deus, depois de tê-la dedicado generosamente aos irmãos neste mundo.
Louvemos e agradeçamos ao Altí­ssimo pelos 87 anos de vida de Dom Silvestre, seus 67 anos de consagração religiosa, 60 anos de sacerdócio ministerial e quase 44 anos de vida como bispo que se completariam no próximo dia 22 de fevereiro, sendo destes, 20 anos dedicados ao pastoreio da Arquidiocese de Vitória, "na força do Espí­rito Santo", como era o seu lema.
Glorifiquemos a Deus pelos dons concedidos a Dom Silvestre, e que ele soube partilhar com os irmãos. Louvemos a Deus pelo testemunho de vida de pobreza e por sua dedicação corajosa na defesa da dignidade humana e dos direitos inalienáveis de cada pessoa.
Agradeçamos a Deus por seu exemplo de Pastor zeloso do povo de Deus e por sua atenção especial aos pequenos, pobres e aflitos. Dom Silvestre, agora, se alegre no céu e obtenha o fruto da sua esperança junto de Deus!
Convido todos a elevarem preces de louvor e gratidão a Deus e de sufrágio em favor do falecido Arcebispo Emérito Dom Silvestre Luí­s Scandian. Convido também a participarem do velório e dos ritos fúnebres, que serão realizados na Catedral Metropolitana de Vitória, assim que o corpo chegar, previsto para iní­cio da tarde de hoje. A última missa de exéquias será no domingo, dia 17, às 15h. Depois o corpo será trasladado para sepultamento em Vila Velha, conforme desejo do próprio Dom Silvestre, junto ao túmulo de seus pais.
Vitória, 16 de fevereiro de 2019.

+ Dom Dario Campos, OFM
Arcebispo metropolitano de Vitória do Espí­rito Santo

Pe. Renato Paganini
Chanceler do Arcebispado

Fonte: Arquidiocese de Vitória do Espírito Santo

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

COMUNICADOS DA DIOCESE DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

COMUNICADOS 
RENÚNCIAS – NOMEAÇÕES – TRANSFERÊNCIAS

Diante da reunião do Colégio dos Consultores da Diocese de Cachoeiro de Itapemirim realizada no dia 13 de fevereiro de 2019, o Administrador Diocesano vem fazer os seguintes comunicados:

1 - CHANCELARIA DIOCESANA: diante da renúncia aos ofícios de Chanceler e Moderador da Cúria Diocesana apresentada pelo Revmo. Pe. Rogério Guimarães de Almeida Cunha, NOMEAMOS o Revmo. Pe. Bruno Sá Rangel CHANCELER da Cúria Diocesana. 

2 - PARÓQUIA SÃO GERALDO MAGELA: diante da renúncia ao ofício de Administrador Paroquial da Paróquia São Geraldo Magela apresentada pelo Revmo. Pe. Marco Antônio Schwan, NOMEAMOS o Revmo. Pe. Paulo Sérgio Mourão ADMINISTRADOR PAROQUIAL da Paróquia São Geraldo Magela em Bom Jesus do Norte – ES, transferindo-o da Paróquia Divino Espírito Santo em Muniz Freire - ES.

3 - PARÓQUIA DIVINO ESPÍRITO SANTO: diante da transferência do Revmo. Pe. Paulo Sérgio Mourão para o ofício de Administrador Paroquial da Paróquia São Geraldo Magela em Bom Jesus do Norte - ES, NOMEAMOS o Revmo. Pe. Antonio Marcos Moura da Silva, ADMINISTRADOR PAROQUIAL da Paróquia Divino Espírito Santo em Muniz Freire – ES, transferindo-o do ofício de Vigário Paroquial da Paróquia Nossa Senhora da Penha em Alegre - ES. 

4 - PARÓQUIA SANTÍSSIMO SACRAMENTO DA EUCARISTIA: diante da transferência do Revmo. Pe. José Carlos Dias Sousa, MI, do ofício de pároco da Paróquia Santíssimo Sacramento da Eucaristia em Cachoeiro de Itapemirim - ES e da apresentação por parte do Revmo. Pe. Antonio Mendes Freitas, MI, Provincial da Província Camiliana do Brasil, NOMEAMOS o Revmo. Pe. Arlindo Toneta, MI, ADMINISTRADOR PAROQUIAL da Paróquia Santíssimo Sacramento da Eucaristia em Cachoeiro de Itapemirim - ES.

5 - PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA PENHA: diante da transferência do Revmo. Fr. Mário Aparecido, OAR, do ofício de pároco da Paróquia Nossa Senhora da Penha em Castelo – ES e da apresentação por parte do Revmo. Fr. Miguel Ángel Hernández Domínguez, OAR, Prior Provincial da Província São Tomás de Vilanova, NOMEAMOS o Revmo. Fr. Antonio Rabanal Bueno, OAR, ADMINISTRADOR PAROQUIAL da Paróquia Nossa Senhora da Penha em Castelo - ES e também NOMEAMOS os Revmos. Fr. Egisto Cansian, OAR e Fr. José Luiz Rodrigues de Oliveira, OAR VIGÁRIOS PAROQUIAIS para a referida paróquia.

6 - PARÓQUIA SÃO JOÃO BATISTA: diante da apresentação por parte do Revmo. Fr. Miguel Ángel Hernández Domínguez, OAR, Prior Provincial da Província São Tomás de Vilanova, NOMEAMOS o Revmo. Fr. Sérgio Sambl, OAR, VIGÁRIO PAROQUIAL da Paróquia São João Batista em Muqui - ES.

7 - PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONSOLAÇÃO: diante da apresentação por parte do Revmo. Fr. Miguel Ángel Hernández Domínguez, OAR, Prior Provincial da Província São Tomás de Vilanova, NOMEAMOS o Revmo. Fr. Laercio Rodrigues da Cruz, OAR, VIGÁRIO PAROQUIAL da Paróquia Nossa Senhora da Consolação em Cachoeiro de Itapemirim - ES.

8 - PARÓQUIA SÃO FILIPE: NOMEAMOS o Revmo. Pe. Ronaldo Borel de Freitas VIGÁRIO PAROQUIAL da Paróquia São Filipe em Cachoeiro de Itapemirim – ES, transferindo-o do ofício de Vigário Paroquial da Paróquia São Miguel Arcanjo em Guaçuí - ES.
 
9 - PARÓQUIA SÃO MIGUEL ARCANJO: NOMEAMOS o Revmo. Fr. Clebson de Souza Rodrigues, OAR, VIGÁRIO PAROQUIAL da Paróquia São Miguel Arcanjo em Guaçuí – ES, transferindo-o do ofício de Vigário Paroquial da Paróquia Nossa Senhora Mãe dos Homens em Iúna - ES.

10 - PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA PENHA: ENCAMINHAMOS o Revmo. Pe. Marco Antonio Schwan como COLABORADOR PASTORAL da Paróquia Nossa Senhora da Penha em Alegre - ES.

11 - ESCOLA DIACONAL “SANTO ESTÊVÃO”: NOMEAMOS o Revmo. Pe. Rogério dos Santos Bebber SUPERVISOR ACADÊMICO da Escola Diaconal “Santo Estêvão”. 
NOMEAMOS o Revmo. Pe. Tiago Malanquini SUPERVISOR DE FORMAÇÃO da Escola Diaconal “Santo Estêvão”.

12 - EQUIPE DIOCESANA PARA COMUNHÃO E PARTICIPAÇÃO: diante da renúncia apresentada pelo Revmo. Pe. Antonio Tatagiba Vimercat à Coordenação da Equipe Diocesana para Comunhão e Participação, NOMEAMOS o Revmo. Pe. Geraldo Gomes Leite como COORDENADOR para a referida Equipe.

13 - EQUIPE DIOCESANA PARA MISSÃO: diante da renúncia apresentada pelo Revmo. Pe. Alci Monteiro Dias da Coordenação da Equipe Diocesana para Missão (COMIDI), NOMEAMOS o Rev. Diac. Antônio Valdeir Duarte de Queiróz, o Rev. Diac. Cristian Vieira Batista e o Rev. Diac. Fernando Acácio de Oliveira, COORDENADORES da referida Equipe.

14 - CURSILHO DE CRISTANDADE: diante da renúncia apresentada pelo Revmo. Pe. Rogério dos Santos Bebber à Assistência Eclesiástica do Movimento do Cursilho de Cristandade, NOMEAMOS o Revmo. Pe. Claudinei Bourguignon Mascarelo, SDB, ASSISTENTE ECLESIÁSTICO do Movimento do Cursilho de Cristandade.

15 - ENCONTRO DE CASAIS COM CRISTO: diante da renúncia do Rev. Diac. Bento Scaramussa à Direção Espiritual do Encontro de Casais com Cristo (ECC), NOMEAMOS o Revmo. Pe. Joaquim Canzian Filho DIRETOR ESPIRITUAL do Encontro de Casais com Cristo (ECC).

16 - ENCONTRO DE ADOLESCENTES COM CRISTO: diante da renúncia apresentada pelo Rev. Diac. Bento Scaramussa à Direção Espiritual do Encontro de Adolescentes com Cristo, NOMEAMOS o Revmo. Pe. Josimar de Azevedo Pirovani DIRETOR ESPIRITUAL do Encontro de Adolescentes com Cristo (EAC).

Cachoeiro de Itapemirim, 14 de fevereiro de 2019.

Publique-se.


Pe. Walter Luiz Barbiero Milaneze Altoé
Administrador Diocesano

Pe. Bruno Sá Rangel
Chanceler

Fonte: Site da Diocese de Cachoeiro de Itapemirim

CARDEAL KEVIN FARRELL É O NOVO CARMELENGO DA SANTA ROMANA IGREJA

Cidade do Vaticano
O Santo Padre nomeou Camerlengo da Santa Romana Igreja o cardeal Kevin Joseph Farrell, prefeito do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida.
A Câmara Apostólica estava vacante desde o falecimento do cardeal Jean-Louis Tauran, em 5 de julho de 2018. O purpurado francês havia anunciado da sacada central da Basílica de São Pedro, em 13 de março de 2013, a eleição de Jorge Mario Bergoglio à Cátedra de Pedro.

O Camerlengo

O Camerlengo é o cardeal que preside a chamada Câmara Apostólica, que desempenha o ofício de salvaguardar e administrar os bens e direitos temporais da Santa Sé no tempo em que esta estiver vacante.

Em caso de morte do Pontífice, está entre os que não cessam o exercício do próprio cargo (Pastor Bonus Art. 6; João Paulo II, 28 de Junho de 1988) e "continua a despachar os assuntos ordinários, submetendo ao Colégio dos Cardeais o que deveria ser referido ao Sumo Pontífice." Estas são as suas competências de acordo com a Constituição Universi Dominici Gregis (João Paulo II, 22 de fevereiro de 1996).
- Apor o selo no escritório e no quarto do Papa, dispondo que o pessoal que normalmente reside no apartamento privado, posa permanecer lá até depois do sepultamento, quando todo o apartamento papal será selado;
- comunica a morte do Papa ao Cardeal Vigário de Roma, que dá a notícia ao Povo Romano com uma notificação especial; e da mesma forma ao Cardeal Arcipreste da Basílica Vaticana;
- toma posse do Palácio Apostólico Vaticano e, pessoalmente ou através de um delegado, dos Palácios de Latrão e de Castel Gandolfo;
- estabelece, tendo ouvido os Cardeais Chefes das três Ordens, tudo aquilo relativo ao sepultamento do Pontífice (artigo 17);
- preside a Congregação particular constituída pelo próprio Cardeal e por três Cardeais Assistentes, e cuja tarefa é gerenciar questões de menor importância (art. 7);
- decide o dia em que devem iniciar as Congregações Gerais para a preparação da eleição do Papa (Artigo 11);
- predispõe juntamente com os Cardeais que desenvolvem respectivamente o Ofício de Secretário de Estado e de Presidente da Pontifícia Comissão para o Estado da Cidade do Vaticano, os locais da Domus Sanctae Marthae para a adequada organização dos Cardeais eleitores e provê com eles todas as medidas necessárias para preparar a Capela Sistina, para que o processo eleitoral possa se desenvolver de uma maneira tranquila, ordenada e com a máxima confidencialidade, de acordo com as disposições da presente Constituição (art 13.);
- se porventura se achar vago o cargo de Penitenciário-Mor, presencia juntamente com os três Cardeais Assistentes à abertura das cédulas para a sua eleição que ocorre por meio do voto secreto de todos os Cardeais eleitores presentes (Art 15);
- concede a permissão para eventuais fotografias a título de documentação do Pontífice falecido (artigo 30);
- desde o início das atividades da eleição, garante a colaboração externa do Substituto da Secretaria de Estado o fechamento da Domus Sanctae Marthae e da Capela Sistina e dos ambientes reservados para as celebrações litúrgicas às pessoas não autorizadas; (Art 43);
- recebe o juramento dos cardeais sobre a observância do segredo do voto (artigo 48).

Cardeal Kevin Joseph Farrell

 

O Cardeal Kevin Joseph Farrell, prefeito do Dicastério para os Leigos, Família e Vida, bispo emérito de Dallas (EUA), nasceu em 2 de setembro de 1947 em Dublin, na Irlanda. Depois de completar escolas primária e secundária, frequentou na Espanha a Universidade Pontifícia de Salamanca e em Roma a Pontifícia Universidade Gregoriana e Pontifícia Universidade de São Tomás de Aquino, obtendo a Licenciatura em lem filosofia e teologia. Entrou na Congregação dos Legionários de Cristo em 1966 e foi ordenado sacerdote em 24 de dezembro de 1978 pelo cardeal Eduardo Francisco Pironio.
Depois de ter exercido inicialmente o ministério como capelão do Movimento Regnum Christina Universidade de Monterrey, México, em 1983 realizou seu serviço pastoral na paróquia de São Bartolomeu em Bethesda (Washington), Estados Unidos da América.
No ano seguinte foi incardinado na Arquidiocese de capital estadunidense, onde foi vice-pároco da Igreja São Tomás Apóstolo até 1985, e depois diretor do Centro Católico espanhol em 1986, diretor executivo da organização caritativa católica de 1987-1988, secretário para os assuntos financeiros de 1989 a 2001 e pároco da Igreja da Anunciação de 2000 a 2002.
No entanto, já desde 2001 passou a exercer os ofícios de vigário geral para a administração e de moderador da Cúria. Em 28 de dezembro do mesmo ano, foi nomeado por João Paulo II bispo titular de Rusuccuru e auxiliar de Washington, recebendo a ordenação episcopal em 11 de fevereiro de 2002 do cardeal arcebispo Theodore Edgar McCarrick. Como lema episcopal escolheu State in fide.
Em 6 de março de 2007, Bento XVI o chamou para guiar a Diocese de Dallas, onde assumiu no dia 1º de maio seguinte. Durante o ministério episcopal, exerceu vários cargos: Chanceler da Universidade de Dallas; membro do Conselho de Administração da Universidade Católica da América, da Papal Foundation, da Basílica - Santuário nacional da Imaculada Conceição, do instituto São Lucas, em Washington; presidente da Nova Evangelização da América; delegado nacional dos Congressos Eucarísticos Internacionais; membro do conselho diretivo de administração do Pontifício Colégio Irlandês em Roma; moderador episcopal da consulta para a gestão financeira diocesana.
Dentro Conferência Episcopal estadunidense, exerceu as funções de tesoureiro, presidente do Comitê para o Orçamento e as Finanças e daquele para as coletas nacionais, membro do Comitê para o Culto Divino, consultor do Comitê para a Imigração, membro do Grupo operativo para a promoção das vocações ao sacerdócio e à vida consagrada.
Em 15 de agosto de 2016, o Papa Francisco nomeou-o prefeito do Pontifício Conselho para os Leigos, a Família e a vida, para o qual confluíram as competências e funções do Pontifício Conselho para os Leigos e a Família, que desde 1º  de setembro de 2016 deixaram de existir.
Ele foi criado cardeal pelo Papa Francisco no Consistório de 19 de novembro de 2016.
Fonte: Site Vatican News