quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

8 DE DEZEMBRO DE 2017: 64 ANOS DE CRIAÇÃO DA PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONSOLAÇÃO

Neste dia 8 de dezembro de 2017, rendemos graças a Deus pelos 64 (sessenta e quatro) anos de criação da Paróquia Nossa Senhora da Consolação. Deus seja louvado pela vida de cada paroquiano, por cada pessoa que ama esta porção do Povo de Deus.


No dia 8 de dezembro de 1953 o então bispo do Estado do Espírito Santo, D. José Joaquim Gonçalves erigiu a Paróquia Nossa Senhora da Consolação, desmembrando-a da Paróquia de São Pedro Apóstolo de Cachoeiro de Itapemirim.


A criação da paróquia de Nossa Senhora da Consolação deveu-se ao aumento de número de fiéis da diocese do Estado do Espírito Santo, vale ressaltar que à época não havia as dioceses que atualmente a Província Eclesiástica do Estado do Espírito Santo possui, ou seja, Vitória, Cachoeiro de Itapemirim, Colatina e São Mateus.


A paróquia de Nossa Senhora da Consolação abrangia, à época de sua criação, um vasto território geográfico, à saber: Na cidade, partindo de uma ponta da cidade, na estrada de Soturno, a linha divisória começará na referida estrada, seguindo depois pelas ruas Acre, Tupi (hoje, Rua Brahim Depes) e Alziro Viana, com ambos os lados para nova Paróquia, devido a topografia do terreno, até esta rua se encontrar com a Estrada de Ferro Leopoldina. Seguirá a linha divisória pela estrada de ferro, entrando na ponte de ferro e continuando pela rua Capitão Deslandes (lado direito para nova Paróquia e lado esquerdo para a de São Pedro), até a praça João Pessoa (hoje, Pedro Cuervas Júnior), desta praça seguirá a divisa pela Rua Coronel Marins (Morro Farias), ambos os lados para a Paróquia de São Pedro até encontrar o Córrego do Recanto (fora da cidade), onde separam o Morro Faria e a caixa d’água.


No interior: partindo do Ribeirão do Norte, incidência das divisas das Paróquias Cachoeiro, Castelo e Vala de Souza hoje, Jerônimo Monteiro), a linha divisória entre a Nova Paróquia e a de São Pedro, será o Ribeirão do Norte, Ribeirão de Nova Esperança, até o Rio Itapemirim. A linha divisória continua depois pelo Rio Itapemirim até encontrar a divisa da Paróquia da Vila de Itapemirim.


Como em 1953 não havia, ainda, a magnífica construção na Av. Jones dos Santos Neves, a matriz provisória da paróquia de Nossa Senhora da Consolação foi a Igreja de Santo Antônio, localizada no Bairro de mesmo nome.


A partir da criação da nova paróquia iniciou-se os preparativos da construção do grande templo dedicado à Virgem Maria, sob o título de Nossa Senhora da Consolação, isto no ano de 1954, com a bênção da pedra fundamental no dia 13/11/1954, sob o comando de Fr. Antolin Rodriguez, este o primeiro vigário (pároco) nomeado em 20/1/1955.


No dia 10/5/1958 aconteceu a primeira Celebração Eucarística no Santuário de Nossa Senhora da Consolação, ainda em construção, e no dia 29/5/1960 a inauguração do Santuário dedicado a padroeira da Ordem dos Agostinianos Recoletos.


A bela imagem da Virgem Maria que orna a igreja, é toda entalhada em madeira, vinda da Espanha de navio, chegando ao porto da cidade do Rio de Janeiro e, posteriormente, trazida para Cachoeiro de Itapemirim.


Desde a sua criação até hoje de nossa paróquia foram criadas outras: Paróquia de São Sebastião (Aquidaban), Paróquia Nossa Senhora da Penha (BNH), Paróquia Nossa Senhora Aparecida (Itaóca), Paróquia dos Sagrados Corações de Jesus e Maria (Nova Brasília).


Igreja Matriz da Paróquia Nossa Senhora da Consolação, construída por Frei Antolin Rodriguez com a ajuda de todo povo do Sul do Estado do Espírito Santo.


A Paróquia Nossa Senhora da Consolação atualmente é formada por 13 (treze) Comunidades Eclesiais de Base, a saber:


1. Jesus de Nazaré, localizada no Bairro Valão;

2. Nossa Senhora Aparecida, localizada no Bairro Teixeira Leite (antigo Café Guandu);

3. Nossa Senhora de Fátima, localizada no Bairro Ilha da Luz;

4. Imaculado Coração de Maria, localizada no Bairro Vila Rica;

5. Santa Rita de Cássia, localizada no Bairro Alto Vila Rica;

6. Santo Agostinho, localizada no Bairro Vila Rica;

7. Santa Luzia, localizada no Bairro Vila Rica;

8. Santa Mônica, localizada no Bairro Maria Ortiz;

9. Sagrada Família, localizada no Bairro Santo Antônio;

10. Santo Antônio, localizada no Bairro Santo Antônio;

11. Nossa Senhora das Graças, localizada no Bairro Guandu;

12. Sagrado Coração de Jesus, localizada no Bairro Basílio Pimenta;

13. São Domingos Sávio, localizada no Bairro Recanto II (divisa com a Paróquia São Pedro Apóstolo);

14. Comunidade Matriz de Nossa Senhora da Consolação (localizada na igreja/matriz).


E ligada à Renovação Carismática Católica a Comunidade de Vida e Aliança Porta Aberta, que está localizada no território paroquial no Bairro Vila Rica.


Desde sua criação serviram à Paróquia como párocos:

1º Fr. Antolin Rodriguez

2º Fr. Félix Pardo

3º Fr. Ivo Bochetti

4º Fr. Gabriel Belmonte

5º Fr. Mário Sabino

6º Fr. Benvindo Belmonte Val

7º Fr. Oswaldo de Andrade Rezende

8º Fr. José Luiz Gonzaga (Fr. Luiz)

9º Fr. Cassiano Amorim

10º Fr. Antônio Jacinto Gomes Junqueira (Fr. Toninho)

11º Fr. José Luiz Gonzaga (Fr. Luiz)

12º Fr. Silvestre Brunoro

13º Fr. Domingos Sérgio Gusson

14º Fr. Agostinho Morosini

15º Fr. Silvestre Brunoro