terça-feira, 24 de abril de 2018

24 DE ABRIL: SOLENIDADE DA CONVERSÃO DE NOSSO PAI SANTO AGOSTINHO

A Família Agostiniana celebra no dia 24 de abril de cada ano a Solenidade da Conversão de Nosso Pai Santo Agostinho, que após diversas lutas internas de Agostinho com questionamentos sobre sua vida e modo de fé, culminaria no seu Batismo, na Vigília Pascal, na noite do dia 24 para o dia 25 de abril do ano 387, com 33 anos de idade, sendo batizado pelo bispo de Milão Santo Ambrósio.

Nessa mesma celebração foram batizados Adeodato (filho de Agostinho) e o fiel amigo Alípio.

Mesmo após sua conversão em Cassicíaco, Agostinho continuou a ter momentos importantes e cruciais em sua vida que exigiram dele tomada de posições que são verdadeiras conversões, e em cada uma delas ele se aproximou mais e mais de Deus.

A conversão de Agostinho aconteceu no ano de 386, com 32 anos de idade, quando esse, e seu filho Adeodato, sua mãe Mônica e um grupo de amigos passam a viver numa pequena propriedade em Cassicíaco, localizada perto de Milão (Itália). Nessa propriedade esse grupo vivia a partilha desde as tarefas domésticas até as do campo, além do estudo e orações.

Nesse ambiente Agostinho abraçou a fé católica e se converteu.

Estas palavras que Santo Agostinho escutou marcam o momento de sua conversão. Ele mesmo nos conta o acontecido em seu livro Confissões:

De repente ouvi a voz de uma criança que cantava: "toma e lê!, toma e lê!" Entendi que era Deus quem me convidava a abrir a Bíblia que segurava entre as mãos. Apressei-me a ler o texto que tinha diante de meus olhos: "Nada de rixas e ciúmes, mas revesti-vos do Senhor Jesus Cristo. 
Rezemos neste dia por todos aqueles que assim como Santo Agostinho vivem com os corações inquietos.
Fonte: Site Oficial da Província Santa Rita de Cássia da Ordem dos Agostinianos Recoletos